XXX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão Arterial

Dados do Trabalho


Título

PERFIL INFLAMATÓRIO E METABÓLICO DE POLÍCIAS MILITARES FISICAMENTE ATIVOS E POUCO ATIVOS

Introdução

<p>Os policiais militares (PMs) estão frequentemente envolvidos em funções de alta demanda por longos e constantes períodos, o que impede a prática de atividade física regular, podendo impactar na&nbsp;sua&nbsp;saúde e na qualidade de vida.</p>

Objetivo

<p>Este estudo&nbsp;teve como objetivo comparar os parâmetros antropométricos, metabólicos e inflamatórios de&nbsp;PMs&nbsp;fisicamente ativos com aqueles que são menos ativos fisicamente.</p>

Método

<p>Participaram&nbsp;desta pesquisa&nbsp;60&nbsp;PMs&nbsp;do sexo masculino,&nbsp;classificados como pouco ativo&nbsp;(n=28) e fisicamente ativos (n=32)&nbsp;pelo Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ), versão 8 curta. Os seguintes parâmetros foram medidos: níveis de&nbsp;citocinas&nbsp;plasmáticas por&nbsp;citometria&nbsp;de fluxo, níveis de proteína C reativa (PCR) por&nbsp;imunoturbidimetria; níveis circulantes de triglicerídeos de glicose (TAG) e colesterol de lipoproteína de alta densidade (HDL-C) usando um ensaio enzimático colorimétrico e atividades de transaminase de&nbsp;oxalacetatoglutâmico (GOT), transaminase glutâmico-piruvato&nbsp;(GPT) e gama-glutamil&nbsp;transferase&nbsp;(GGT) no plasma usando um ensaio cinético.</p>

Resultados

<p>Foi observado no&nbsp;grupo fisicamente ativo menor gordura corporal e níveis reduzidos de TAG e IL-8 em relação ao grupo&nbsp;pouco ativo fisicamente&nbsp;(p&lt;0,05).&nbsp;Uma correlação negativa entre PSE e PAS, PAD, BPM foi detectada para o grupo fisicamente ativo (p&lt;0,05), mas não no grupo&nbsp;pouco ativo.&nbsp;Além disso, os valores de tempo de trabalho do grupo fisicamente ativo não foram correlacionados com os marcadores metabólicos PAS, PAD, BPM, GLU, TAG (p&gt;0,05), mas podem&nbsp;ser observados&nbsp;no grupo de baixa atividade (p&lt;0,05).&nbsp;Não foram detectadas&nbsp;diferenças significativas na glicose, pressão arterial,&nbsp;citocinas&nbsp;[interleucina&nbsp;(IL)-1β, IL-6, IL-10, IL-12p70 e&nbsp;TNF-a], níveis de PCR e HDL-C e GPT&nbsp;entre os grupos fisicamente ativos e pouco ativos.</p>

Conclusão

<p>Esses achados destacam o papel protetor&nbsp;e&nbsp;fundamental da atividade física no controle da composição corporal, inflamação subclínica e risco cardiovascular em&nbsp;policiais militares.</p>

Palavras Chave

doenças cardiovasculares; atividade física; exercício físico; sedentarismo; qualidade de vida.

Área

Área Multiprofissional

Autores

Diego Ribeiro Souza , Fernanda Monma , Leandro Borges , Laiane Cristina Santos Oliveia , Leandro Porto Dos Santos , Adriana Cristina Levada Pires , Renata Gorjão , Tânia Cristina Pithon Curi , Sandro Massao Hirabara , Rui Curi