XXX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão Arterial

Dados do Trabalho


Título

REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE BLOQUEIO SEQUENCIAL DO NÉFRON VERSUS BLOQUEIO DO SISTEMA RENINA-ANGIOTENSINA EM HIPERTENSOS RESISTENTES

Introdução

<p>O tratamento da hipertensão resistente verdadeira (HAR) constitui um enorme desafio. A sobrecarga de volume e a participação do sistema renina angiotensina (SRA) destacam-se pela importância fisiopatológica. Nesse contexto, diversas estratégias de combate a sobrecarga de volume e sódio vem sendo implementadas. Nomeadamente, a combinação de vários diuréticos que atuam em diferentes segmentos do néfron, assim como. associação de bloqueadores do SRA para combater mecanismos contrarreguladores e de escape, encontram-se em evidência.</p>

Objetivo

<p>O objetivo desta&nbsp;revisão sistemática foi comparar&nbsp;os efeitos do bloqueio sequencial do néfron (BSN) versus bloqueio do SRA (BSRA) sobre os valores de pressão arterial em hipertensos resistentes. Foi realizada pesquisa sistemática em bancos de dados com formato eletrônico, SCOPUS, EMBASE, PUBMED e LILACS de ensaios clínicos randomizados nos quais BSN foi comparado com BSRA após um período mínimo de&nbsp;12 semanas de tratamento.</p>

Método

<p>Entre 47 publicações inicialmente detectadas, 3 estudos randomizados com um total de 377 pacientes foram incluídos para comparação da eficácia anti-hipertensiva do BSN versus BSRA após 12 semanas de tratamento. Análise estatística foi realizada com software Review Manager 5.4.1.(USA)</p>

Resultados

<p>Foi detectada maior redução da PAS no grupo BSN em comparação a BSRA a diferença média observada foi de -11,01 (IC 95% -8,69 -13,36) mmHg (p &lt; 0,001). Figura 1.</p>

<p>Figura 1 Redução da Pressão Arterial Sistólica – BSN versus BSRA em Hipertensos Resistentes</p>

<p><img alt="" src="https://congressosbh2022.com.br/upload/cartas/images/PAS%20Figura%201%20TL%203.jpg" style="width: 770px; height: 155px;" /></p>

<p>As reduções da PAD foram discretas em ambos os grupos a diferença média observada foi de &nbsp;&nbsp;-2,39 (IC 95% - 4,96 - 0,19) mmHg.</p>

<p>&nbsp;(p =0,07). Figura 2.</p>

<p>Figura 2 Redução da Pressão Arterial Diastólica – BSN versus BSRA em Hipertensos Resistentes</p>

<p><img alt="" src="https://congressosbh2022.com.br/upload/cartas/images/PAD%20Figura%202%20T%20L%203.png" style="width: 771px; height: 147px;" /></p>

Conclusão

<p>.Em pacientes hipertensos resistentes BSN foi superior a BSRA para redução da PAS após doze semanas de tratamento. Entretanto, não houve diferença significante para redução da PAD. Mais estudos são necessários para confirmar esses achados.</p>

Palavras Chave

Bloqueio sequencial do néfron, Sistema Renina-Angiotensina, Hipertensão Arterial Resistente, Revisão sistemática, Metanálise.

Área

Área Clínica

Autores

LOUISE BUONALUMI TACITO-YUGAR, JOSÉ FERNANDO VILELA-MARTIN, SILVIA ELAINE F S MELO, LUCIA HELENA BONALUME TACITO, BEATRIZ V MORENO, BRUNO RODRIGUES, HEITOR NORENO, JUAN CARLOS YUGAR-TOLEDO