XXX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão Arterial

Dados do Trabalho


Título

Relato de caso sobre a criação de grupo de HIPERDIA em uma UBS - Guarapuava/PR

Apresentação do Caso

<p>Durante a realização dos estágios obrigatórios, foi identificado que uma unidade básica de Guarapuava situada em um bairro de vulnerabilidade socioeconômica tinha uma baixa cobertura da população hipertensa e diabética, mesmo sendo a maioria da população idosa e as principais demandas da unidade eram hipertensos e diabéticos descompensados e com pouca adesão ao tratamento. Após identificado as necessidades da população adstrita, foram planejados grupos de hiperdia, com o objetivo de melhorar a adesão ao tratamento por parte da população e o vínculo com a UBS,&nbsp;já que a mesma não contava com grupos educativos.&nbsp;</p>

<p>&nbsp;</p>

Discussão

<p>A atenção básica tem o papel estratégico no cuidado das doenças crônicas, uma vez que engloba ações de promoção de saúde, prevenção dos agravos, ações curativas e de reabilitação. Uma das ferramentas de destaque para proporcionar esse alcance são as ações de educação em saúde, a fim de aumentar a compreensão sobre os problemas de saúde e seus determinantes e, no caso da HAS e DM favorecer a adesão ao tratamento medicamentoso e não medicamentoso e com isso diminuir o risco para doenças cardiovasculares. Visto isso, o grupo educativo foi planejado de forma a ocorrer durante dois meses, semanalmente com uma duração de uma hora. Houve envolvimento da nutricionista da UBS e dos estagiários de enfermagem, os quais coordenaram os grupos e organizaram as temáticas e atividades. Os temas foram distribuídos de formas planejadas iniciando por uma breve introdução da fisiopatologia da HAS e DM e ao prosseguir das semanas o que elas poderiam causar e como controlar de forma não medicamentosa, no último momento foi abordada a ação dos medicamentos e a importância do tratamento contínuo. Como forma de potencializar o aprendizado, os temas foram abordados de forma lúdica por meio de dinâmicas simples e de fácil visualização. Ao final de cada grupo, eram realizados alongamentos e exercícios passados por um educador físico, com o intuito de diminuir o sedentarismo dos participantes. Como método de avaliação da eficácia do grupo eram realizadas perguntas aos participantes e verificado se realmente estavam executando as mudanças propostas.</p>

<p>&nbsp;</p>

Comentários Finais

<p>A execução do grupo proporcionou uma maior adesão aos tratamentos e melhor o entendimento sobre as patologias, os próprios participantes relataram que sentiram diferenças positivas na saúde. A educação em saúde foi a melhor forma de otimizar o serviço e melhorar tanto a adesão quanto o vínculo dos participantes com a UBS.</p>

Palavras Chave

Área

Relato de Caso

Instituições

Universidade do centro oeste do paraná - Paraná - Brasil

Autores

Stefany Nizer ALVES, CARIN CAROLINE Dezembatyi, Maria Eduarda Lima