XXX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão Arterial

Dados do Trabalho


Título

RESPOSTAS HEMODINÂMICAS A DUAS INTENSIDADES DE EXERCÍCIO FÍSICO AERÓBIO EM INDIVÍDUOS COM HIPERTENSÃO MASCARADA: ESTUDO RANDOMIZADO

Introdução

<p>Introdução: Hipertensão mascarada (HM) é um fenótipo da hipertensão arterial caracterizada por níveis elevados de pressão arterial (PA) fora do consultório, atribuída ao aumento da morbimortalidade cardiovascular. Similarmente a HM, aumentos expressivos da PA em resposta a esforços é preditor de hipertensão.&nbsp;</p>

Objetivo

<p>Objetivo: Comparar as respostas hemodinâmicas de PA e frequência cardíaca (FC) em uma sessão de exercício físico aeróbio contínuo de intensidade moderada (EFCIM) e intervalado de alta intensidade (EFIAI) entre normotensos com (N+HipM) e sem HM (N-HipM).&nbsp;</p>

Método

<p>Método: Foram selecionados 26 indivíduos divididos em dois grupos conforme diagnóstico de HM (N+HipM, n=14, 71% mulheres, 50±6 anos e N-HipM, n=12, 83% mulheres, 49±6a), submetidos ao teste de esforço cardiopulmonar (TECP) e, randomicamente, a uma sessão de EFCMI e EFIAI. A intensidade da sessão de EFCIM foi de 60% do VO2máx, e nos intervalos de alta intensidade do EFIAI foi 90% do VO2máx obtido no TECP. Foram coletados PA e FC na sessão basal, imediatamente antes, durante e 5 minutos após cada sessão de exercício físico e calculados os ΔPA sistólica (ΔPAS=PASpico–PASpré), ΔrecPAS (PASpico–PAS5min) e ΔrecFC (FCmáx–FC5min).&nbsp;</p>

Resultados

<p>Resultados: No TECP, os dados hemodinâmicos foram similares entre os grupos. No EFCMI, N+HipM apresentou maior PASpré (126±9vs114±6mmHg;p=0,002), PASpico (158±12vs137±8;p=0,000) e ΔPA (32±8vs23±7;p=0,017) que o N-HipM. Em relação à PAS5min, à FCpré, FCmáx e ao ΔrecFC os grupos foram similares. No EFIAI, N+HipM apresentou maior PASpré (124±7vs116±7;p=0,008), PASpico (166±18vs148±9;p=0,019), e ΔrecFC (46±11vs39±8;p=0,044) que N-HipM e foram similares na PAS5min, no ΔPA, na FCbasal, e na FCmáx. A PASpico no N+HipM foi similar em ambas as intensidades. Conclusão: Em comparação ao N-HipM, apesar das respostas hemodinâmicas similares no TECP, N+HipM apresentou aumento acentuado da PAS à ambas as intensidades de exercícios físicos.</p>

Conclusão

<p>Conclusão: Em comparação ao N-HipM, apesar das respostas hemodinâmicas similares no TECP, N+HipM apresentou aumento acentuado da PAS à ambas as intensidades de exercícios físicos.</p>

Palavras Chave

Treinamento intervalado de alta intensidade, hipertensão mascarada, treinamento físico aeróbio, avaliação hemodinâmica.

Área

Área Multiprofissional

Autores

Henrique Versignassi Pereira, Renata Gomes Verardino, Marcel Andrade da Costa, Luiz Aparecido Bortolotto, Sara Rodrigues