XXX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão Arterial

Dados do Trabalho


Título

TREINAMENTO RESISTIDO DINÂMICO, ISOMÉTRICO DE HANDGRIP E COMBINADO (DINÂMICO + ISOMÉTRICO) EM HIPERTENSOS TRATADOS

Introdução

<p>O treinamento resistido dinâmico (TRD) é indicado para o tratamento da hipertensão arterial. Mais recentemente, estudos têm demonstrado que o treinamento isométrico com handgrip (TIH) também possui efeito hipotensor. Porém, esse treinamento apresenta pequeno benefício à saúde global, sendo recomendado em associação, e não em substituição, ao TRD. Apesar dessa recomendação, ainda não foi avaliado o efeito da combinação entre TIH e TRD em hipertensos, o que será denominado, neste estudo, como treinamento resistido combinado (TRC).&nbsp;</p>

Objetivo

<p>Avaliar e comparar os efeitos dos TRD, TIH e TRC sobre a PA e seus mecanismos hemodinâmicos, vasculares e autonômicos em hipertensos.&nbsp;</p>

Método

<p>62 hipertensos tratados do sexo masculino e de meia-idade (53±9 anos) foram submetidos a um período de 10 semanas de intervenção, sendo alocados aleatoriamente entre 4 grupos: TRD (8 exercícios, 3 séries até a fadiga moderada em 50% de 1RM), TIH (4 séries de 2 min de contração em 30% da CVM), TRC (TRD + TIH) e controle (CON – sessões de alongamento). Antes e após as intervenções, foram medidas: PA (método auscultatório), hemodinâmica sistêmica (método indireto de Fick), função vascular (ultrassonografia braquial) e regulação autonômica cardiovascular (análise espectral). Os efeitos das intervenções foram analisados por ANOVAs mistas de 2 fatores (grupo vs. fase), definindo-se P&lt;0,05 como significante.&nbsp;</p>

Resultados

<p>Houve redução significante da PAS após o TRD (125±11 vs. 119±12 mmHg) e o TRC (128±12 vs. 119±12 mmHg). Houve aumento significante da resposta de hiperemia reativa, marcador de função microvascular, após o TRD (774±377 vs. 1067±461 mL/min) e o TRC (654±321 vs. 949±467 mL/min). Essas modificações foram semelhantes entre os grupos TRD e TRC e significantemente diferentes do grupo CON. As variáveis hemodinâmicas sistêmicas e autonômicas não se alteraram nos grupos TRD e TRC, enquanto nenhuma das variáveis analisadas se modificou de forma significante após o TIH.</p>

Conclusão

<p>O TRD reduziu a PAS e melhorou a função microvascular de homens hipertensos tratados, enquanto o TIH não apresentou nenhum efeito. O TRC não apresentou efeitos aditivos em relação ao TRD.&nbsp;</p>

Palavras Chave

hipertensão; pressão arterial; exercício; vascular; autonômico; treinamento de força

Área

Área Multiprofissional

Autores

Rafael Yokoyama Fecchio, Julio Cesar Silva de Sousa, Laura Oliveira-Silva, Natan da Silva Junior, Andrea Pio-Abreu, Giovanio Vieira da Silva, Luciano Ferreira Drager, David Low, Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz